Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \30\UTC 2009


Bono aparece em um novo comércial de TV da ONE Campaign na Alemanha. O comercial é todo em alemão, e têm várias celebridades alemão. Bono tem uma breve aparição, ele é visto sentado em uma mesa e levanta uma taça de vinho.

Créditos: ATU2.

Read Full Post »

Ao longo da linha de comboio os cartazes a favor e contra o Tratado de Lisboa rivalizam de um e de outro lado das estações. Mas ao chegar a Dún Laoghaire, a uma dúzia de quilómetros de Dublim, é o ‘sim’ que domina. Não nos cartazes, mas nos votos. Esta foi a circunscrição com maior número de votos favoráveis no primeiro referendo ao tratado, 63,46%, sendo de esperar que volte a repetir a proeza na consulta popular de amanhã.

“O eleitorado aqui sempre votou de forma muito liberal e é preciso ver que os que defendem o ‘não’, neste referendo, não vêm dessa tradição. São pessoas mais conservadoras, católicos, socialistas e republicanos radicais”, explica, ao DN, o presidente da Associação da Comunidade de Dún Laoghaire, Michael Merrigan, enquanto pede um café no centenário irish pub Dunphy’s.

Stephen Fitzpatrick, conselheiro nesta circunscrição, concorda. “Dún Laoghaire, circunscrição mais multiétnica do que qualquer outra existente na Irlanda, foi a que teve o voto mais liberal em vários referendos, no do divórcio, no do aborto, nos tratados europeus, todos obtiveram o maior número de votos favoráveis”, afirma ao DN o político do Labour (Partido Trabalhista), actualmente na oposição em Dublim.

“Esta é uma sociedade de classe média, com educação elevada, bem informada. Aqui ninguém espera que lhe digam o que fazer, que lhe venham falar de soberania, de militarismo”, diz, por seu lado, Kathleen Larkin, técnica de rádio reformada da RTE, referindo-se a alguns dos argumentos usados pela campanha do “não”.

“Eu nunca me sentei a ler o Tratado de Lisboa, tenho coisas mais interessantes para fazer na vida, mas sei que sempre foi bom para a Irlanda estar na União Europeia e, por isso, voto a favor”, garante esta irlandesa recém-regressada de umas férias passadas em Lisboa, sentada à mesa de um dos irish pubs que estão virados para o porto de Dún Laoghaire.

Associada ao mar, cenário inicial de Ulisses, a mais famosa obra de James Joyce, esta circunscrição suburbana, com 24 mil habitantes, é a principal porta de saída para a Grã-Bretanha.

É também aqui, na zona de Killiney, que muitas celebridades têm as suas casas de férias. Bono, o vocalista dos U2, é um dos casos mais famosos. A pesca já não está, porém, entre as suas principais actividades profissionais, confirma ao DN Corman Devlin, conselheiro pelo Fianna Fáil, o partido que há 12 anos está no poder na Irlanda. Entrou em declínio, tal como a popularidade do actual Governo.

O descontentamento que existe em relação ao Executivo liderado por Brian Cowen, devido à gestão da crise financeira e económica, pode ainda baralhar o resul- tado do referendo de amanhã.

“Aqui, em Dún Laoghaire, ganha o ‘sim’, mas se, a nível nacional ganhar o ‘não’, isso não terá que ver com o tratado, mas sim com um castigo que as pessoas querem dar a este Governo. Eu, apesar de não concordar que se misturem as coisas, compreenderei”, refere Kathleen.

E se, desta vez, o “sim” ganhar a nível nacional e, depois, o Presidente da República Checa, Vaclav Klaus, não ratificar o tratado, impedindo-o de entrar em vigor, até que ponto ficarão frustrados os habitantes de Dún Laoghaire, em particular, e da Irlanda, em geral?

“Se ele quiser fazer isso, que faça. Pelo menos é ele que fica na boca do lobo, não nós”, conclui, com certo alívio.

Créditos: http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1377381&seccao=Europa

Read Full Post »

Revista completa para download:

http://www.megaupload.com/?d=K8K0YSBU

Créditos: Bonocomet / Fórum Interference.

Read Full Post »

A maior banda do mundo tenta provar que é também o melhor.




Créditos: http://www.rollingstone.com/issue1089

Read Full Post »

Embora os shows estejam esgotados!

U2 tem feito uma série de shows durante os três últimos meses e eles ainda não lucraram por conta da montagem do palco super caro.

“The Claw” (A garra), como é chamado, é o palco portátil da banda e custa 750 mil doláres para ser transportado e montado… Para cada show!
*Não é de esperar que a banda arrecade muito dinheiro até o termino da turnê Norte Americana em Outubro. Mesmo assim, vamos ser honestos, eles já têm muito dinheiro.

É bom saber que eles estão montando um bom show para os fãs mesmo que não seja um investimento barato.

Créditos: http://perezhilton.com/2009-09-30-u2-tour-cant-make-a-profit

Read Full Post »

Política e rock se chocaram no subúrbio de Washington, DC, na noite de terça-feira, quando os roqueiros irlandeses do U2 fizeram o seu show da Turnê 360 na cidade. Washington é a cidade cheia de governo e agentes políticos.

Bono apresentou o que chamou de “Nation state of U2”. Ele chamou o baterista Larry Mullen, Jr. “o autor da nossa Constituição” – uma referência ao fato de que era Mullen em uma placa de boletim de escola secundária que levou à formação do U2 no final de 1970. Ele também lhe deu o título de líder da oposição. O baixista Adam Clayton teve duplo “serviço” tendo o dever de ministro da cultura e do ministro das Relações Exteriores.

A maioria provavelmente assumiriam Bono como o chefe de estado neste governo, mas ele disse à platéia que estava feliz em ser “líder da maioria” e “Madame Speaker” por causa de seu interesse e habilidade em fazer negócios e criar um consenso. Presidente The Edge recebe essa honra, que Bono apelidado “, o líder do meu mundo livre.”

Durante o show, Bono também reconheceu o recente falecimento de dois membros da família Kennedy, dedicando “Beautiful Day” de Eunice Kennedy Shriver e “New Year’s Day” para o senador Edward M. Kennedy.

Hino do U2 protesto clássico “Sunday Bloody Sunday” foi dedicada aos manifestantes no Irã, com luzes verdes e imagens de vídeo – a cor da oposição iraniana durante o verão passado, disputado as eleições presidenciais – tornando muito claro que as simpatias da banda mentira.

Durante uma pausa no show, Bono reconheceu seu trabalho em alívio da dívida do terceiro mundo, a pobreza e a AIDS com agentes políticos da esquerda e da direita. Ele também deu shoutouts a Washington a várias personalidades que estiveram presentes, incluindo o Cardeal Theodore McCarrick, o ex-arcebispo de Washington, presidente da Câmara Nancy Pelosi, ex-chefe da Casa Branca de pessoal Josh Bolten, o senador Patrick Leahy, D-Vermong e ex-senadores Tom Daschle e Bill Frist. No final de “One”, ele também reconheceu o ex-presidente George W. Bush por seus esforços para fornecer medicamentos mais a AIDS na África durante seu tempo no cargo.

Créditos: http://politicalticker.blogs.cnn.com/2009/09/30/nation-state-of-u2-comes-to-washington/

Read Full Post »


Madonna, Muse e U2 estão prontos para voltar ao YouTube.

A gravadora Warner Music Group, está perto de concluir um acordo com a propriedade do Google.

Warner tem boicotado o site de compartilhamento de vídeos desde dezembro, dizendo que os pagamentos que recebeu não foram suficientes para o rótulo, seus artistas e compositores.

Sob o novo acordo, a Warner vai ganhar uma fatia maior das receitas de publicidade, porque é também suportam a carga de vender anúncios. Seus artistas terão canais individuais que irá ajudar os comerciantes fazem seus anúncios mais relevantes para os fãs de música.

Não se sabe quando os canais seria o lançamento.

O acordo também pode abrir a porta para um possível papel para a Warner em um novo site de música vídeo chamado Vevo, que é apoiado pela Universal e Sony e usará a tecnologia do YouTube.

Créditos: http://www.metro.co.uk/fame/article.html?U2_poised_to_return_on_YouTube&in_article_id=745411&in_page_id=7

Read Full Post »

Older Posts »